Atualização de cadastro do Daeb passa a cobrar taxa de esgoto de 11 mil clientes

Atualização de cadastro do Daeb passa a cobrar taxa de esgoto de 11 mil clientes

O Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb) enviou um informe à imprensa sobre uma atualização de lançamentos de ligação de esgoto no cadastro da autarquia. Com isso, de acordo com a autarquia, alguns imóveis podem receber a cobrança da tarifa de esgoto a partir do próximo boleto, que vence no dia 10 de abril de 2021. Estes imóveis já possuíam o serviço de esgoto, porém, não estava sendo cobrado.

Conforme dados repassados ao Expresso Pampa, a medida deve afetar cerca de 11 mil clientes da autarquia.

Prepare seu bolso

A taxa de cobrança pelo serviço de esgoto equivale a 50% sobre o total da água consumida no mês, enquanto a taxa do residencial social equivale a 25% do total do recurso hídrico utilizado. Vale ressaltar que a tabela de preços cobrados aos consumidores foi reajustada em 3,1665%, no dia 1º de fevereiro de 2020.

Isso quer dizer que, se um cliente residencial normal consumir 10 metros cúbicos de água em um mês, o valor cobrado pela água consumida será de R$ 21,50, enquanto a taxa de esgoto ficará em R$ 10,75. Somadas a taxa básica de abastecimento (R$ 26,93), mais a taxa básica de esgoto (R$ 5,39), acrescida do valor cobrado pelos 10 m3 consumidos no mês (R$ 21,50), além da taxa de esgoto baseada na água consumida (R$ 21,50); ao final, a conta deverá ficar em R$ 64,57.

A justificativa da autarquia para a cobrança da taxa de esgoto é que a manutenção dos serviços, desde consertos de redes, desentupimentos, além de obras e investimentos nas redes de abastecimento do município.

Em um cálculo rápido baseado no que foi informado pelo Daeb, caso todos os clientes abrangidos pela medida fossem do tipo residencial normal, somente esta cobrança injetaria nos cofres da autarquia mais de R$ 118 mil em um mês.

Informações

O Daeb ressalta no comunicado que os contribuintes que receberem a conta com a alteração e tiverem dúvidas, ou acreditam que não possuem rede de esgoto em seu imóvel, podem solicitar uma visita do Setor de Fiscalização ao local. O pedido pode ser feito pelo e-mail: [email protected], ou pelo WhatsApp: (53) 999 452 062.

Capa Cidades Comunidade