Caso Kiss: confira como será o 1° dia

Caso Kiss: confira como será o 1° dia

Hoje é o início o júri do caso Kiss, no plenário do 2º andar do Foro Central I, em Porto Alegre. Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Londero Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Bonilha Leão são acusados de serem os responsáveis pelo incêndio na boate, ocorrido em 27 de janeiro de 2013. Os quatro respondem por homicídio simples (242 vezes consumados, pelo número de mortos; e 636 vezes tentados, pelo número de feridos). A previsão é de que este seja o júri mais longo realizado até hoje pelo Poder Judiciário do Rio Grande do Sul. O julgamento será transmitido ao vivo pelo canal do TJRS no Youtube. Acesse aqui.

Na manhã desta quarta-feira, às 9 horas, serão abertos os trabalhos pelo Juiz Presidente do Tribunal do Júri, Orlando Faccini Neto. Ele analisará pedidos formulados pelas partes e, em seguida realizará o sorteio dos 7 jurados que irão compor o Conselho de Sentença. O momento será transmitido ao vivo. Não há restrição de acesso da imprensa ao plenário nessa etapa, desde que haja espaço no local, respeitando as regras de distanciamento.

Já na parte da tarde, terá início a oitiva de sobreviventes. A previsão é que a sessão siga até às 23 horas. Na primeira fase, a instrução plenária, que deverá se estender por dias, estão previstos para serem ouvidos 14 sobreviventes, 19 testemunhas (5 arroladas pela acusação e 14 pelas defesas – sendo 5 de Elissandro, 5 de Mauro e 4 de Marcelo) e interrogados os 4 acusados. Na segunda etapa, serão 9 horas de debates orais. Por fim, os jurados passarão para votação.

Testemunhas e jurados ficam incomunicáveis com o mundo externo, não tendo acesso a noticiários, redes sociais, telefones e nem podem conversar entre si. Eles serão acompanhados por Oficiais de Justiça. A diferença é que a incomunicabilidade das testemunhas se encerrará depois que elas forem inquiridas (quando poderão ir para as suas casas), enquanto que os jurados seguem nessa condição até o final do julgamento. Sobreviventes não ficam incomunicáveis.

Para acesso ao Foro (pela Av. Aureliano de Figueiredo Pinto), todos os presentes devem apresentar passaporte vacinal ou exame de PCR realizado com 72 horas de antecedência. Também é obrigatório o uso de máscara de proteção facial.

+Estado Comunidade Polícia_em_Foco