FETAG-RS e Banco do Brasil tratam sobre crédito da agricultura familiar

FETAG-RS e Banco do Brasil tratam sobre crédito da agricultura familiar

Na tarde desta sexta-feira (18), a Fetag-RS e o Banco do Brasil dialogaram através de videoconferência sobre Contratação de Custeio de Inverno na Safra 2021/2022, Proagro e Prorrogações. O vice-presidente da Fetag-RS, Eugênio Zanetti, e a assessora de política agrícola, Carla Schuh, representaram a federação.

Durante a reunião, além dos temas ligados a contratação da safra de inverno, também foi tratado sobre os problemas que os(as) agricultores(as) familiares vêm enfrentando devido a estiagem que castigou o Estado nos últimos meses. O gerente de Agronegócios do Banco do Brasil, Anderson Quevedo, garantiu o banco está fazendo o possível, dentro das regras do Manual de Crédito Rural, para auxiliar os agricultores na renegociação de seus. Também chamou a atenção para que seja agilizada a contratação dos custeios de inverno tendo em vista um possível aumento da taxa de juros no próximo Plano Safra, ou a falta de disponibilidade de insumos agrícola devido a guerra na Rússia.

A Fetag-RS solicitou ao Banco do Brasil que seja flexibilizada a prorrogação das operações de Custeio e Investimento vencidas e vincendas e que não estão amparadas pelo Proagro, até que sejam publicadas as medidas de renegociação de dívidas do Governo Federal, evitando assim que os agricultores fiquem inadimplentes ou impedidos de tomar novos financiamentos.

“Através do convênio Coban, a Fetag-RS e os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais de todo o Estado prestam um importante serviço para a agricultura e pecuária familiar. A reunião de hoje foi um momento para esclarecimento de dúvidas dos representantes das nossas regionais e para fortalecer os laços entre as partes, o que é bom para os associados dos STRs”, disse Eugênio Zanetti, vice-presidente da Fetag-RS.

Campo Cidades Comunidade