Governador anuncia aumento de restrições no RS

Governador anuncia aumento de restrições no RS

O governador do Estado, Eduardo leite, anunciou a suspensão geral de atividades no Estado entre as 22h e as 5h a partir deste sábado. Essa medida é decorrente do salto da alta expressiva nos níveis de internações em UTI em todo o Rio Grande do Sul.

De acordo com o chefe do Executivo estadual, cerca de 80% dos leitos estavam ocupados nas unidades de atendimentos intensivos.

Um dos fatores relevantes apontados pelo mandatário é que aconteceu um aumento significativo de internações de pacientes que não possuíam comorbidades. “Pacientes mais jovens, pacientes sem comorbidades. A doença está acometendo pessoas que não estão nas faixas de risco. Estamos estabelecendo as medidas para saber mais das razões para o que estamos observando”, disse Leite.

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, disse que a situação é preocupante e que os hospitais devem atualizar a situação. “É um aumento expressivo de ocupação de leitos clínicos e de UTI e estamos monitorando as variantes que estão circulando no Estado. Neste momento temos confirmação da variante P1 – oriunda de Manaus, que residia no interior de Gramado e não tinha nenhum tipo de contato com pessoas do Amazonas”, explicou.

As medidas de restrições de circulação ainda não foram anunciadas oficialmente e deve ser informadas nas próximas horas.

Até o momento, Bagé, mesmo com a mudança de bandeira, não chegou ao limite crítico de risco por conta da ocupação de leitos, contudo, hoje, pacientes de outras regiões que enfrentam superlotação já foram deslocados para a cidade. Conforme atualização da 7 CRS, a Santa Casa de Caridade de Bagé possui três pacientes de outras regiões do Estado (São Vicente do Sul, Pantano Grande e Júlio de Castilhos).

Na região, nenhuma das prefeituras ainda formalizou um posicionamento oficial em relação ao tema.

+Saúde Capa Cidades Comunidade Covid-19