Jéssica Luna fala sobre desafios que enfrentou para realizar seu sonho

Jéssica Luna fala sobre desafios que enfrentou para realizar seu sonho

Jéssica Camargo Luna, 27 anos, é médica veterinária, mora com três mulheres, sendo sua mãe e duas irmãs. “Minha mãe sempre criou as filhas para serem independentes, então tenho uma base bem forte. Escolhi essa profissão porque além de amar os animais desde pequena, sempre quis ajudar a salvar vidas, e meu trabalho é voltado mais para pessoas de média e baixa renda”, relata.

A médica veterinária comenta que escolheu trabalhar com esta especificação de classe pois, quando era pequena, não tinha muito dinheiro para pagar tratamentos de seus pets. “Isso me deixava muito triste, agora quero ajudar quem eu puder a salvar seu animalzinho”, explica.

“Comecei estágio no Núcleo Bageense de Proteção Animal (NBPA), que na época tinha convênio com a prefeitura de Bagé, fiquei por 2 anos, logo fui estagiaria de uma veterinária particular na qual permaneci por três anos”, comenta.

Atualmente, Jéssica, trabalha como veterinária autônoma, atendendo a domicílio e veterinária plantonista do NBPA. “Meus principais desafios na faculdade foram os financeiros, as vezes não tinha nem para pagar xérox, mas tudo passa e melhora”, enfatiza.

Como principal conquista Jéssica aponta que é ter chego até onde se encontra no momento. “Após muitos obstáculos, inclusive de saúde, hoje estou formada, trabalhando e feliz”, salienta.

Para Jéssica sua conquista é diária, a cada animal que salva, que resgata de maus-tratos é uma vitória. A profissional destaca a luta da mulher para ocupar os postos de trabalho. “A mulher pode trabalhar e exercer a profissão que quiser. Desde a dona de casa, o qual é um dos trabalhos mais difíceis, até o trabalho mais braçal, basta querer”, frisa.

Jéssica ressalta que a situação atual é delicada, mas que a fé e a boa vontade nunca deixará ninguém cair. “Se hoje está ruim, amanhã vai melhorar, e para isso temos que arregaçar as mangas e ir à luta. Claro, com todos os cuidados necessários para nos mantermos com saúde”, finaliza.

Capa Comunidade Dia da Mulher Especial Exclusivo