Lavrenses dão show de solidariedade e empatia

Lavrenses dão show de solidariedade e empatia

Que esses exemplos sirvam para outros municípios. O coletivo sempre será mais forte que o individual

 

Que o povo de Lavras do Sul é solidário sempre se ouviu falar. Mas temos que mostrar, com exemplos, o por que as pessoas dizem isso. E não é somente porquê os lavrenses são acolhedores com os turistas que visitam à Praia do Paredão ou aqueles que vão na cidade para a folia de momo. Em meio a pandemia que está assolando muitas famílias e fazendo com que muitas delas passem pela tão temida fome, os lavrenses estão dando um show de empatia e solidariedade. E antes de prosseguirmos, deixamos aqui, o nosso reconhecimento e orgulho da Terra do Ouro.

Como cada um pode ajudar a melhorar a vida do próximo? Você já se fez essa pergunta? Ou para você, se sua família estiver bem e com alimento na mesa, os outros que se virem? Bom, se tu sabes o que é empatia e solidariedade, certamente, irás ficar emocionado com esses exemplos e quem sabe até te juntar para ajudar. O coletivo sempre será mais forte que o individual.

Os lavrenses estão dando um show, ajudando a quem precisa. Armazéns, fruteiras, padarias e mercados estão deixando frutas e pães que ainda podem serem consumidos, mas não comercializados, em um local apropriado, de fácil acesso, para que a população que não está em condições financeiras de comprar possa pegar os produtos. Além disso, pessoas da comunidade estão realizando doações. Essa ação pode auxiliar muitas pessoas, inclusive, a não ficar com fome ou a não deixar seu filho dormir sem se alimentar.

Outra ação incrível, é a geladeira solidária. Uma geladeira foi colocada na área do prédio Orlando de Castro Ferreira, no centro da cidade, e lá também está disponível alguns alimentos. O pedido é, “quem tem alimentos supre, quem não tem, tira”.

Só é necessário escolher a refeição e levar. Não precisa pedir a ninguém, nem pagar. Porém, o pedido maior é que não desperdice para que outras pessoas também possam se alimentar.

Então, esperamos que cada vez mais as pessoas se juntem para fazer o bem. Certamente, se cada um fizer um pouquinho, pode-se ajudar muitas famílias a passar por esses momentos difíceis. Que essas atitudes que estão sendo feitas em Lavras do Sul, sirvam de exemplo para outros municípios. Que a população se uma para ajudar uns aos outros.

Cidades Comunidade Covid-19