MP denuncia por corrupção passiva ex-vereador que pedia parte do salário de servidora

MP denuncia por corrupção passiva ex-vereador que pedia parte do salário de servidora

O Ministério Público do Rio Grande do Sul, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Núcleo Fronteira Oeste, e da Promotoria de Justiça Cível de Uruguaiana, ofereceu denúncia na quinta-feira, 9 de setembro, contra um ex-vereador de Uruguaiana por crime de corrupção passiva. Conforme apuração, o parlamentar, no exercício de suas funções, solicitou a uma servidora comissionada a entrega de parcela de seu salário, configurando a popular “rachadinha”.

As investigações realizadas no âmbito da Operação Rachadinha demonstraram que o denunciado solicitou à servidora que reservasse, a cada salário recebido entre 2018 e 2019, a quantia de R$ 1.000,00. Esse valor, ao final de dois anos, deveria ter sido destinado ao vereador a título de doação para futura campanha eleitoral, de modo a escamotear a prática da infração penal.

Firmaram a denúncia os promotores de Justiça Cláudio Rafael Morosin Rodrigues, coordenador do Gaeco – Núcleo Fronteira Oeste à época das investigações, Diogo Gomes Taborda, atual coordenador do Gaeco – Núcleo Fronteira Oeste, e Pablo da Silva Alfaro, da Promotoria de Justiça Cível de Uruguaiana.

+Estado Cidades Comunidade Polícia_em_Foco