Neto Viana comemora aprovação de projeto para hortas comunitárias em Lavras do Sul

Neto Viana comemora aprovação de projeto para hortas comunitárias em Lavras do Sul

Na foto, o vereador está com lideranças em uma horta comunitária. Local de onde são retirados kits para distribuir a pessoas necessitadas 

O vereador de Lavras do Sul, Neto Viana (PT), comemora a aprovação do projeto de Lei 69/2021. Uma luta pela segurança alimentar que começou no início da pandemia e que foi acatada pelo Executivo a partir da Indicação de n° 36/2021, feita pela Bancada do PT, que solicitava que fosse estudada a possibilidade de envio para a Casa Legislativa de um “Projeto de Lei de Incentivo ao Programa de Hortas Comunitárias e Compostagem no Município de Lavras do Sul.”

Em Lavras do Sul, a comunidade conhece o trabalho do vereador e acompanha sua dedicação na criação e cuidado com as hortas comunitárias. Projeto este que, mesmo antes de ser candidato ao cargo de vereador, já desempenhava junto a demais voluntários.

O referido Projeto de Lei visa à utilização de terrenos públicos sem uso, para viabilizar o cultivo de hortas comunitárias e a criação de composteiras em vilas, bairros e distritos de Lavras do Sul, combatendo a fome e garantindo a segurança alimentar dos munícipes. “A partir de agora todos aqueles que tiverem interesse irão poder se organizar e solicitar um espaço público que não esteja sendo utilizado junto a Secretária do Meio Ambiente, para a produção orgânica e solidária nos bairros. Através dessa iniciativa as comunidades terão um maior acesso a alimentos saudáveis e com custo baixo de produção. Consequentemente, o projeto ainda ajudará na conservação dos terrenos limpos”, destaca Neto Viana.

O projeto deve promover também a inclusão social produtiva de cidadãos e grupos sociais, mediante apoio e iniciativas que visem à cooperação na produção de forma solidária e voluntária. “Esperamos que essa semente do bem possa agora ser cultivada em diversos bairros da nossa cidade. Nossa gratidão a todos os apoiadores e incentivadores desse projeto”, concluiu o vereador.

 

+Política Cidades Comunidade