Projeto de Reciclagem do Caminho da Luz é entregue a senador Luiz Carlos Heinze em Brasília

Projeto de Reciclagem do Caminho da Luz é entregue a senador Luiz Carlos Heinze em Brasília

O Projeto de Reciclagem “Caminho Ecológico”, desenvolvido pelo Caminho da Luz, foi entregue ao senador gaúcho Luiz Carlos Heinze (Progressistas) na terça-feira (22). A iniciativa foi encaminhada pelo secretário municipal de Cultura e Turismo de Bagé, João Schardosin, que realiza agendas na capital federal. O projeto, agora, vai para análise da assessoria legislativa do senador.
A proposta vai ao encontro dos objetivos de desenvolvimento sustentável propostos pelo Caminho da Luz, dentro de um contexto de geração de materiais de expediente para a instituição. Uma das consequências é a geração de renda. A ideia é envolver tanto os assistidos quanto as famílias, voluntários e a comunidade no processo de reciclagem.
Com a produção extraída da usina de reciclagem serão realizadas oficinas, destinadas ao público maior de 18 anos, como uma forma de evitar a  ociosidade desses pacientes. O objetivo é garantir o aprendizado de uma atividade artesanal, que na maioria das vezes é utilizada como complementação do rendimento das famílias. A instituição já oferece oficinas a assistidos e mães, onde podem desenvolver habilidades que geram sociabilidade, renda, além de contribuir para a boa saúde mental.
“O  trabalho desenvolvido terá como objetivo trabalhar a educação ambiental com pessoas com deficiência a partir da reciclagem de papel e plástico, inicialmente, que serão moldados através de técnicas que possibilitam sua reutilização na confecção de materiais artesanais”, explica o presidente do Caminho da Luz, José Artur Martins Maruri dos Santos.
Em uma outra etapa, a proposta visa à reciclagem de materiais orgânicos produzidos na instituição para elaboração e organização de jardins e hortas. O projeto de reforma do espaço para a usina de reciclagem tem valor orçado de R$ 74.360,00. A ideia é aproveitar espaços já construídos na entidade que ainda não estão sendo aproveitados e, com os recursos, realizar uma reforma ampla que proporcione acessibilidade e as condições para a estruturação do local.
+Estado Cidades Comunidade