Umidade melhora desenvolvimento de olerícolas e a oferta de folhosas na região

Umidade melhora desenvolvimento de olerícolas e a oferta de folhosas na região

Na região de Bagé, a oferta de folhosas melhorou. De acordo com o Informativo Conjuntural, produzido e publicado na última quinta-feira (02/09) pela Gerência de Planejamento da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), com o aumento da umidade na última semana, foram realizados tratamentos contra doenças fúngicas. De maneira geral, há boa oferta de produtos, muitas feiras de agricultores estão sendo retomadas, algumas de maneira tímida e com poucos produtores e produtos, pois com a volta da atuação presencial de algumas escolas, foram retomadas muitas entregas ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), com a participação de muitos produtores.

Referente a soja, os produtores tiveram que interromper temporariamente o manejo de preparo das áreas de plantio devido às chuvas da semana. Na região de Bagé, o excesso de umidade no solo impediu a continuidade dos trabalhos de aplicação de herbicidas em áreas com aveia e azevém, para o controle da buva e outras invasoras. Produtores que manejam os últimos lotes de animais para engorda nas áreas que receberão soja, diminuem a carga animal para a formação da palhada até o momento do plantio da soja. Nas áreas novas, o preparo de solo também foi temporariamente paralisado.

Foto: Carine Massierer/Especial Expresso Pampa

 

 

Campo Comunidade