Vereadores pressionam Equatorial após empresa desmarcar presença em nova audiência

Vereadores pressionam Equatorial após empresa desmarcar presença em nova audiência

Foto: Anderson Coka
Os vereadores Beatriz Souza, do PSB, Caio Ferreira, do PDT, Cleber Zuliani, do Progressistas, Cáren Castencio, Flavius Dajulia, Lélio Lopes (Lelinho) e Marlon Monteiro, pelo PT, protocolaram um documento reforçando o pedido de participação da Equatorial, empresa privada que comprou a CEEE, em audiência pública que tem a intenção de debater as constantes quedas de energia na região. A pressão ocorreu após a empresa anunciar novamente que não vai participar do debate. A nova data prevista seria amanhã (31). Esta é a segunda vez que a companhia faz este movimento, pois já havia anunciado que não estaria presente no evento marcado para o dia 17 de maio, devido a previsão do ciclone extratropical que afetou o estado.
Proposto inicialmente pelos vereadores Caio, Lelinho e Marlon, a nova data para a audiência estava remarcada para amanhã, terça-feira (31), às 18h, na Câmara de Vereadores, com o consenso da direção da Equatorial. Porém, a empresa entrou em contato com os edis informando que não poderiam participar novamente. Lelinho afirmou que está sendo um desrespeito com a população da Região da Campanha. “Na primeira vez que foi desmarcado, nós entendemos. Quando foi na segunda oportunidade, desmarcaram novamente, mostrando desrespeito com a importante audiência, a população da região e também com o Legislativo bajeense”, defendeu Lelinho. Os parlamentares defendem que, sem a presença da empresa, não há razão para o evento acontecer. “Não adianta falarmos entre nós. Precisamos que eles estejam na Casa do Povo. Estamos aguardando a direção da Equatorial informar qual a data que será possível realizarmos”, finalizou Lelinho.
+Política Comunidade